PROfessores PROfissionais!

E a missão agora é…

Compartilhar pequenas ações de gente como a gente, ou seja, professores que trabalham “like a PRO”! Sei que muitos colegas dão aulas em escola de música e alguns até são donos de uma, mas agora é a vez de exaltar aqueles que trabalham como autônomos e mostrar o que eles fazem de melhor para tornar seu trabalho mais “profissa”!

Ao longo desses anos aqui no blog e no grupo de WhatsApp de professores de piano do querido Eduardo Fontes, tenho tido a sorte de conhecer e aprender com centenas de professores Brasil afora e achei que era quase um dever convidar esses colegas aqui para o blog e apresentá-los à vocês! Tenho certeza de que eles têm muito a contribuir com seus exemplos de dedicação e profissionalismo. Seriam muitos a serem citados, mas tive que selecionar apenas alguns deles. Espero que suas histórias e pequenas ações nos inspirem nesse início de semestre a tornar nosso trabalho ainda mais profissional.

image.png

Como vai funcionar?

Bem, cada dia vou apresentar um assunto que envolva tanto a parte técnica, estrutural, como pedagógica. Tudo para ajudar a promover seu trabalho, melhorar a infraestrutura e incrementar o ensino! Você não pode perder! Serão cinco dias de muito conteúdo e em cada um citando queridos colegas que são verdadeiros exemplos em tópicos como:

A criação de um LOGO

Ter um SITE profissional

Fazer FOLDERS promocionais

Realizar EVENTOS e CURSOS

Confeccionar MATERIAIS

Começa dia 7 de agosto!

Até lá!

image

 

Anúncios

Relembrando a Maratona

Hoje tem sessão “recordar é viver” aqui no blog!

Há pouco mais de um ano eu estava decidida a colocar o blog para funcionar de vez e fazer publicações mais frequentes! Me desafiei com a meta de fazer um post por dia durante 1 mês!  Foi algo que me fez sair da zona de conforto mesmo!! Pode acreditar! Deu trabalho, mas valeu todo o esforço! O blog ficou recheado de conteúdo e mais pessoas passaram por aqui para conhecer! Então depois de algum tempo, para que todos os materiais, dicas e ideias que eu compartilhei continuem sendo aproveitados e estejam mais acessíveis no site, resolvi  colocar uma imagem na barra lateral direita com uma chamada para a maratona.

image

Assim, aqueles que visitam pela primeira vez podem clicar ali para visualizar os posts, e os que já conhecem podem aproveitar para rever!😉

Outra modificação que fiz no site, além de uma repaginada no layout, cores, foto e descrição, foi incluir mais um item no menu com o título “recursos didáticos”. A ideia é colocar ali outros subitens como materiais para imprimir e também séries de posts com assuntos similares. Dessa forma tudo fica organizado e de fácil acesso! Logo, logo vou acrescentar mais algumas coisinhas! Aguardem!

Então, hoje o convite que deixo é para correrem essa maratona comigo mais uma vez!

 

Vamos? 

image

 

A União Faz a Força!

Pois é…quando eu levanto a bandeira de professora particular de piano as pessoas pensam que eu saio solitária aí pelo mundo ensinando outros a tocarem esse instrumento!

image

Na verdade não é bem assim! Eu acredito muito na união com outros profissionais da área tanto para aperfeiçoar quanto para simplificar e otimizar nosso trabalho! Pois é, eu sou sim autônoma, mas tenho um grupo querido de colegas com os quais me junto para realizar diversas atividades durante o ano!

image

Quais são as vantagens?

Troca de ideias e materiais: sou super a favor do professor estar sempre atento para inovar sua maneira de ensinar. Conversar com outros colegas faz a gente ampliar nossa visão através de experiências, livros, métodos, materiais e recursos! Num post antigo compartilho sobre os encontros que promovemos para esse “troca troca” de ideias! E como a gente aprende com isso!

Captação de alunos: parece uma contradição eu colocar isso como vantagem, afinal, como outros professores que podem ser vistos como “concorrentes” podem me ajudar a ter alunos? Acreditem,  isso funciona de verdade! Eu e meus colegas estamos constantemente indicando alunos uns para os outros, especialmente quando recebemos alguém que não se encaixa dentro da nossa agenda de horários ou bairro de atuação!

Realização de eventos: dividir com outros colegas a árdua tarefa de realizar eventos anuais para os alunos é um alívio sem fim! Organizar um recital, por exemplo, demanda tanto trabalho e energia do professor, então quando podemos contar com a ajuda de outro profissional para essa tarefa é realmente algo maravilhoso! Sem falar que os recitais solo, recitais de duetos, cursos, workshops, masterclasses, visitas a teatros para assistir concertos e festas contam com um número muito maior de participantes, já que temos alunos de vários professores envolvidos! Fica muito mais animado  e podemos fazer diversos eventos focados nas faixas etárias e interesses!

Divulgação: dividir custos de divulgação das aulas também é uma das vantagens de se trabalhar associado a outros profissionais. A manutenção de um site, o trabalho de gráfica, impressão de cartões, panfletos, os custos com eventos, tudo isso fica mais leve no bolso quando rateado com outros colegas!

Uma coisa importante!image

Trabalhe com pessoas com os quais você tenha afinidade, que sejam profissionais bem qualificados, dedicados, que sejam sérios e comprometidos com o ensino! Gente “do bem” mesmo! Durante meu curso de Pós em Pedagogia do Piano, fiquei um ano inteiro observando meus colegas para então convidar uma delas, Nariá Assis, que eu achei ser a pessoa perfeita com quem gostaria de trabalhar! Depois dela as outras professoras vieram por indicação minha ou dela e foram selecionadas porque tinham, entre outras qualidades, todas as citadas anteriormente! Escolher as pessoas com as quais vamos trabalhar é muito importante, especialmente no início do processo, já que elas vão ajudar a formar a cultura do grupo . Além disso é essencial que sejam pessoas sim diferentes e que se complementem, mas que tenham muitos objetivos em comum!

No momento temos outras pessoas (excelentes profissionais) com quem no futuro gostaríamos de convidar para compor nosso quadro. Agora é uma questão de vermos o quanto poderemos crescer em número de alunos para que isso aconteça! Tudo no seu momento certo!

Que grupo é esse?

O Pianópera!

image

O grupo do qual faço parte chama-se Pianópera – Aulas de Piano e Canto!  Somos 5 professores, 4  de piano e 1  de canto! O trabalho começou somente comigo e meu marido, Vinicius Kirchhof que é cantor, depois vieram as colegas de piano (em ordem) Nariá Assis, Raisa Richter e Viviane Gonzalez. Fazemos reuniões de tempos em tempos para decidirmos juntos sobre estratégias de divulgação, calendário anual de eventos e temos um grupo no whatsapp para conversarmos sobre detalhes de aulas, recitais e recomendações de alunos! Embora não tenhamos uma sede física e cada um de nós atenda a sua rede particular de alunos, esse  trabalho em conjunto é uma ótima sinergia e funciona muito bem para todos nós!

image

Convido todos a visitarem nosso site e se tiverem um trabalho parecido com o nosso, por favor, compartilhem nos comentários. Ou se ainda não pensaram sobre isso, considerem a possibilidade de associarem-se a outros colegas e vejam se isso não será mais vantajoso para vocês e para eles também!

https://pianopera.wordpress.com

Então é isso! A união faz a força, pessoal!!

Um ótimo ensino de música a todos!!

Mirka.

 

Começando pelo “por que”

image

O post de hoje a princípio não tem nada a ver com música. É uma palestra da TED mais voltada para o mundo das vendas e as grandes empresas. Mas a mensagem de Simon Sinek do “por que” fazemos o que fazemos é poderosa. No meu caso, refletir sobre essa questão foi fundamental para definir minha opção de carreira, meu trabalho como professora de piano e minha maneira de interferir na vida das pessoas através do ensino da música. Compreender profundamente a razão da minha escolha por ensinar piano foi essencial. Dessa forma, se outros entenderem minha paixão e, se acreditarem no que eu acredito, na minha maneira de ensinar, poderão ter o desejo de trilhar esse caminho comigo sendo meus alunos! Vale a pena dar um crédito para a essência da mensagem de Simon e pensar nessas coisas aplicado à nossa realidade. Bom domingo a todos!

Mirka😃

As pastas coloridas salvando o dia!

.

image

Olá amigos que acompanham o blog!

imageOntem eu revelei a quantidade de alunos que eu atendo por semana! Pois ė 😱! Como são muitos, é essencial que eu mantenha uma rotina bem planejada. Então hoje gostaria de compartilhar um sistema simples que me ajuda a organizar e separar os materiais que preciso levar a cada dia para usar nas aulas. E como ontem foi muito texto, então hoje optei por fazer um vídeo! Aproveitem!!😉

Mirka.

Revelação Bombástica: Eu tenho 50 alunos!!

 

image

Revelação BOMBÁSTICA: Eu tenho 50 alunos!!

Bem, na verdade eu tenho 54, mas arredondei um pouquinho para ver se chocava menos! E agora que você já se levantou do chão depois que caiu da cadeira, sente-se com calma e tome um copinho d’água que eu vou explicar tudo.

Vamos fazer um esquema de “Perguntas Frequentes” desta vez, ok?

Como isso aconteceu? Bem, não foi de uma hora para a outra, isso posso garantir. Foram longos anos de trabalho desde que cheguei aqui no Rio de Janeiro, expandindo minha rede de contatos,  me esforçando para ser a melhor profissional que eu pudesse e usando algumas estratégias para incentivar a indicação de novos alunos. (segredinho da Mirka revelado no próximo parágrafo em 3,2,1…)

Que estratégia?  Uma das estratégias mais eficazes que usei no início do meu business foi dar descontos cumulativos de 10% durante 6 meses para cada aluno novo indicado por outro que já estivesse fazendo aula. Vou dar um exemplo de como isso aconteceu, uma mãe tinha três filhos estudando comigo, eu sabia que era pesado financeiramente, mas a educação musical e o aprendizado de um instrumento eram prioridade para aquela família, então ela realmente investia com gosto. Ainda assim o descontinho foi muito bem recebido e ela acabou indicando mais 7 alunos (verdade seja dita que ela dificilmente teria feito se não me considerasse uma boa professora). Bem, no final ela ficou feliz com o enorme desconto na mensalidade e eu mais feliz ainda com novos alunos! Se você pensa no “agora” vai dizer que seria uma insanidade dar 70% de desconto por 6 meses, mas alguns dos 7 alunos que ela me indicou estudam comigo até hoje e eles me indicaram mais outras dezenas de alunos, que me indicaram outras dezenas. Então se pensarmos a longo prazo, não valeu a pena?

E depois? Bem, depois chegou a hora em que não precisei mais dar o desconto porque já tinha uma agenda cheia. Na época eu confesso que fiquei insegura pensando que os pais não me indicariam mais, mas resolvi correr o risco mesmo assim. O que aconteceu foi que eles continuaram me recomendando com a mesma frequência e intensidade não mais pelo desconto, mas porque acreditavam no meu trabalho. E agora senhores e senhoras, essa reputação que você contrói, junto com o respeito e a confiança que as pessoas têm em você como profissional, talvez sejam os fatores mais importantes de se desenvolver numa carreira de professor de música autônomo. Aos que se interessarem pelo assunto, recomendo fortemente a leitura do livro “Personal Branding – Construindo sua marca pessoal” de Arthur Bender.

image

(O querido colega Eduardo Fontes compartilhou comigo a informação de que a própria Editora disponibiliza de forma gratuita as primeiras páginas do livro. Para dar uma olhadinha, clique aqui)

Mas afinal, por que?  Bem, eu optei por ter muitos alunos por diversas razões, mas vou citar as duas principais:

  1. Porque eu AMO ensinar  e gostaria de ter um negócio bem sucedido vivendo de música na iniciativa privada (com todo o respeito e admiração aos colegas que escolheram a carreira acadêmica, mas depois do meu mestrado eu vi que essa vida definitivamente não funcionaria para mim);
  2. Porque escolhi deliberadamente trabalhar como professora de piano em tempo integral. Não é bico, é minha profissão mesmo e encaro como tal, então meu foco está aí e essa é minha fonte primária de renda.

Quais são as vantagens de se ter tantos alunos? Na verdade são muitas. Vou citar algumas dadas pelo professor de piano Australiano Philip Johnston no seu livro “Promoting your teaching studio” e incluir outras da minha própria lista!

image

  1. Você obviamente tem uma renda maior porque tem mais alunos;
  2. Ganhando mais você pode usar uma porcentagem maior do seu rendimento para reinvestir no seu estúdio e em você mesmo com cursos e todo o tipo de aprimoramento profissional;
  3. Você pode selecionar melhor seus alunos através de uma entrevista ou aula teste, já que, como trabalha com sua capacidade total de horários preenchidos terá lista de espera para vagas;
  4. Pode cobrar um valor um pouco acima do mercado;
  5. Mesmo que aumente um pouco o valor da mensalidade anualmente, terá um ganho substancial no valor total pela quantidade de alunos pagantes;
  6. Seus alunos compreenderão bem a cláusula do seu regulamento onde diz que você NÃO REPÕE aulas, simplesmente porque você não tem horários disponíveis. Como consequência disso eles se esforçarão muito mais para não faltar;
  7. Seu estúdio poderá promover recitais épicos e eventos diversos com maior frequência de participantes e de público.

Mas deve ser muito cansativo, como você consegue? Bem, agendar uma média de 10 a 11 alunos por dia, 5 dias por semana (de segunda à sexta) pode parecer bonito no papel, mas a prática vai mostrar se você realmente quer isso mesmo e se tem gás para aguentar esse tranco! É preciso muita energia, motivação, foco, organização, logística e vocação. Para trabalhar intensamente dessa forma você realmente tem que gostar muito do que faz e eu gosto de verdade!! Então para mim deu certo!

Obs.: Nesse ponto é importante esclarecer que eu trabalho com três modalidades de tempo de aula de acordo com a faixa etária do aluno: 30 minutos, 45 minutos e 1 hora, então não são 10 ou 11 horas/relógio de aula por dia, mas umas 8h ou 9h. O que pesa contra (no meu caso) é que eu trabalho indo até a casa do aluno, então tenho o tempo de deslocamento para incluir nessa equação. Bem, mas outras dicas de como organizar as aulas eu conto amanhã, ok? Até porque hoje foram muitas informações e você vai precisar de tempo para ler e absorver tudo! (eu acho)

Obrigada por sua visita e sua leitura! Fico feliz que o que tenho para compartilhar pode também ser útil a outros colegas! Por favor, sinta-se a vontade para deixar comentários e perguntas (ou para se mostrar indignado mesmo) abaixo do post!

Até amanhã e bom ensino de piano/música a todos!

Mirka 🎹😃

 

Regulando 2016

Olá queridos colegas!🎼

image

Espero que todos tenham aproveitado bem o feriado de Páscoa!

Bem, nesse começo de semestre gostaria de cutucar os meus colegas professores particulares de piano e também de outros instrumentos com as seguintes perguntas:

Alguma vez sentiram que a parte administrativa das aulas está meio confusa? Já tiveram problemas com relação a reposições de aula ou pagamento, por exemplo?

Quando o professor de música trabalha em uma escola ele está (teoricamente) respaldado pelas regras dessa escola e geralmente não precisa se preocupar com a parte gerencial, podendo concentrar-se somente em ensinar. Mas quando é profissional autônomo e empreende sozinho, tem que tocar o seu negócio e fazê-lo funcionar como uma pequena empresa do tipo “Profe de Música S.A.”

Eu sei, essa parte é chata, glamour zero, mas é necessária, eu diria na verdade que é essencial para que tudo flua bem nas aulas e você possa ficar tranquilo com a parte divertida, que é ensinar.

Na minha experiência como professora de piano ao longo de alguns anos, tenho observado que o segredo para se ter tudo sob controle é a clareza na comunicação. Quando alunos e pais são devidamente informados logo de início sobre como a parte administrativa das aulas funciona, muita dor de cabeça será evitada no futuro.

Então, minha sugestão aos colegas é fazer um REGULAMENTO, um pequeno documento com regras claras e objetivas que deve ser entregue no início do ano. Não precisa chegar ao ponto de lavrar tudo em cartório, mas uma simples assinatura no final para mostrar que o aluno e/ou os pais estão cientes já me parece satisfatório.

Alguns tópicos desse documento poderiam incluir informações sobre o pagamento, como administrar faltas e reposições bem como questões sobre a organização do ambiente para a aula. Por exemplo:

# O valor da mensalidade das aulas para o corrente ano;
# A época do ano que ocorre reajuste desse valor;
# Se as aulas são cobradas no início ou no final de cada mês;
# Opções de pagamento (cheque, dinheiro ou depósito);
# Se o professor faz reposições e quais as condições para que elas aconteçam;
# Lista de materiais e sugestões de ações para um melhor rendimento nas aulas;
#Período de férias, etc.

A ideia é expor aquilo que precisa ficar acordado entre as partes (professor, aluno e pais) e ao longo do tempo ir fazendo revisões para acrescentar ou modificar itens de acordo com a necessidade. É algo dinâmico mesmo.

Abaixo segue um PDF com um regulamento antigo (de 2015) que eu e minhas colegas Raisa Richter e Nariá Assis elaboramos para entregar aos alunos. Assim vocês podem dar uma olhada e ter uma ideia sobre como fazer o seu. Mas se você já usa um, por favor, compartilhe aqui conosco também!😀

Regulamento2015pdf

Bom ensino de Piano todos,

Mirka.