Atividades de Pré-Leitura

image

Hoje nesse post sobre jogos e atividades gostaria de compartilhar algumas ideias para introduzir a leitura global ou pré-leitura utilizando um quadrinho branco e ímãs.

image

Então como uma imagem vale mais do que mil palavras, convido todos a assistirem ao vídeo:

Um ótimo ensino de piano a todos!

Mirka.

Susan Paradis! Minha Inspiração

image

(A-ha!!!! Acharam que o post de hoje não viria? Bem, 22h mas ainda está valendo. Um pouco de correria por conta de um recital de duetos dos alunos adolescentes amanhã, mas deu tudo certo! Está aí a indicação do dia que vale ouro!!)

Um dos meus maiores objetivos ao criar esse blog é inspirar outros colegas professores que, por sua vez,  vão inspirar os seus alunos. Então assim como desejo isso para as pessoas que acessam meus posts, eu da mesma forma tenho os blogs que sigo e que me inspiram com ideias e recursos que enriquecem (e muito) minha maneira de ensinar. Um deles é o da SUSAN PARADIS.

image

http://www.susanparadis.com

imageA Susan Paradis é uma professora de piano estadunidense que mora em Houston-Texas e tem um site MARAVILHOSO onde compartilha diversos materiais, atividades, jogos, partituras de nível elementar…É uma fonte quase inesgotável de recursos didáticos que ela elaborou ao longo de 10 anos para fixar conceitos musicais e que foram elaborados de forma a tornar a aula muito leve e divertida!

imageimage

imageimage

Como vocês podem ver pelas imagens acima, os materiais são de um apelo visual incrível e estão disponíveis para imprimir em formato PDF. Super fácil e rápido de baixar. Cada um deles tem uma descrição com instruções de uso. Ok, mas quanto custam? Bem, a Susan é uma pessoa extremamente generosa e oferece seus materiais para outros professores baixarem a vontade, porém há no site um botão de doação! A dica é que se baixarem alguma coisa, considerem a possibilidade de doar uma quantia que vocês achem justa. Não há sugestão de valor, então fica a cargo de cada um decidir quanto cada material vale! Mas o fato é que ela deve ter levado muito tempo, dedicando horas e mais horas para construir tudo o que está lá e portanto merece receber algum retorno! Para isso você vai precisar de um cartão de crédito (acho que teria que ser internacional). Eu geralmente baixo muitos materiais, então de tempos em tempos faço um depósito grande referente a tudo o que utilizei naquele período. Numa dessas vezes recebi um email dela agradecendo e no qual ela se disponibilizava a traduzir alguns dos jogos para o português. Não é uma fofa?

Bem, a única questão é que o site (obviamente) é em inglês, mas muitos materiais podem ser aproveitados ou adaptados mesmo assim. Espero que eles sejam tão úteis para vocês quanto eles têm sido para mim e meus alunos!

Então era isso!! Bom ensino de piano a todos,

Mirka.

 

Ideias para Jogos no Piano

 

image

Queridos colegas! Hoje deixo com vocês algumas ideias simples para jogos no piano usando as borrachinhas japonesas da marca Iwako em forma de bichinhos, que compartilhei no post do sábado dia 04/6.

image

Como o vídeo é longo e vai custar 15 minutos da vida de vocês, vou escrever pouco dessa vez! Então vamos direto ao vídeo com as ideias:

Bom ensino de piano a todos 🙂

Mirka.

A Clareza na Tarefa

 

 

.

image

Da Série: Socorro, meu aluno não estuda!

Minha luta eterna é fazer os alunos estudarem, e quando isso ocorre regularmente a minha luta torna-se fazer com que intensifiquem o tempo e a qualidade desse estudo! Mas confesso que é muito frustrante sair de uma ótima aula, onde você estuda junto com o aluno, mostra todo o passo a passo, e termina achando que ele compreendeu tudo e então chega a aula seguinte e você ouve a frase clássica no cancioneiro estudantil: “não entendi a tarefa”. É nessas horas que a gente conta até 1000, respira fundo, e diz calmamente: “ok, o que você não entendeu exatamente?”

Antigamente eu achava que era malandragem do aluno (e em alguns casos raros, ainda acho que é), mas obviamente tomei a responsabilidade para mim, afinal se ele não entendeu como estudar, há uma grande chance de eu não estar sendo clara na hora de passar o dever de casa, não é mesmo?

A partir dessa experiência, gostaria de sugerir 6 pontos baseados na minha observação e também com ideias do livro The Practice Revolution do Philip Johnston.

image

1. Anotar: não consigo conceber uma aula em que o aluno saia sem anotar nada do que ficou de tarefa! Uma semana é muito tempo e ele pode não lembrar. Mesmo que estude no dia seguinte, sempre há o risco de questões importantes se perderem. Então, como já compartilhei em um post anterior, eu uso uma agendinha específica para isso, onde anoto o dever de casa da semana! Mas qualquer cadernetinha, caderno, ou bloquinho que possa ser usado nas aulas já serve!

image

Se você ainda não viu o post sobre a agendinha, clique AQUI!

2. Escrever o suficiente: é muito importante ter um equilíbrio entre escrever coisas vagas e óbvias como “estudar” ou “estudar mais” e anotar com os mínimos detalhes numa “verborragia” medonha que vai fazer o aluno ter preguiça de ler, ficar desanimado com a quantidade de coisas a fazer e desistir logo de cara! O segredo é escrever o suficiente, usar palavras chaves, chamar a atenção para os pontos importantes anotados na própria partitura.

Abaixo segue um exemplo da tarefa de uma aluna de 7 anos. Como na página do livro já havia colocado muitas anotações do que ela deveria fazer, fui econômica na hora de escrever, apenas enfatizando a importância dela repetir determinado número de vezes (os pequenos não entendem muito bem a importância da repetição para o aprendizado e acham que tocando uma só vez está bom!)

image

image
3. Clareza: essa questão é essencial! Escrever com letra cursiva para alunos em séries iniciais que só entendem letra de forma, ou um garrancho que nem mesmo os alunos adultos entendem, pode ser um problema! A letra deve ser clara, legível e compatível com cada idade! Para as crianças, uso muitas cores, tento deixar o mais bonito, claro e objetivo possível! Os alunos adolescentes e adultos escrevem eles mesmos os pontos que ficam de tarefa! Isso ajudará a lembrar o que devem estudar, além de que escreverão de um jeito que eles mesmos entendem!
Abaixo tenho duas fotos de exemplos de anotações, a primeira é de uma aluna de 8 anos, escrito por mim e a segunda de uma de 13, escrito por ela mesma:

image

image

4. O momento da revisão: no final da aula SEMPRE eu dedico 1 minuto para revisar os pontos que ficaram de tarefa. Faço os alunos lerem o que eu escrevi e pergunto se ficou alguma dúvida, ou peço para eles lerem o que eles mesmos escreveram para ter certeza de que vão sair da aula seguros do que precisa ser trabalhado. O Philip Johnston chega a ter uma poltrona especial no estúdio dele que é a “Poltrona da Tarefa”. Os alunos não podem ir embora sem antes se sentarem lá e revisarem todos os pontos que devem ser estudados naquela semana!

5. Envolver os pais: para as crianças é MUITO importante envolver os pais! Eu geralmente tiro foto da página da tarefa e mando para eles por WhatsApp com a seguinte mensagem:

“Queridos pais, isso é o que a Maria precisa fazer essa semana para a aula de piano. Por favor, verifique se o estudo está acontecendo e, se possível, separe um tempo na sua agenda para sentar-se ao lado dela e ouví-la tocar! Muito obrigada por seu apoio! Isso faz toda a diferença nas nossas aulas.”

Não posso deixar de reforçar o quanto esse envolvimento da família é essencial! A diferença dos alunos em que os pais participam ativamente do aprendizado é gigantesca, comparado com aqueles em que a família pouco se importa e não há estrutura com horários e regras de estudo na casa! Aliás, esse é um dos meus pontos de corte na hora de selecionar novos alunos!

6. Estar à disposição: mesmo depois de tudo isso, dúvidas ainda podem surgir, nesse caso eu sempre deixo meu endereço de Skype disponível. Eu não vou ficar online o tempo todo (óbvio), mas eles sempre podem me mandar mensagens ou vídeos off-line e quando eu tenho algum tempinho durante o dia eu respondo para ajudá-los a continuar estudando corretamente. (sem ter que esperar uma semana inteira para isso!) Você pode pensar: “mas que absurdo, você já não trabalha o suficiente?” Bem, esse é um serviço extra que além de ajudar muito os alunos também justifica o valor das minhas aulas! 😉

Então acho que por hoje era isso! Se você tem outras estratégias na hora de deixar a tarefa e se certificar de que o aluno compreendeu bem o que precisa ser feito, por favor, compartilhe comigo e com os colegas que seguem esse blog! Adoraria ouvir suas ideias e sugestões! Preciso continuar aprendendo sempre!

Obrigada,

Mirka.

Bichinhos fofos invadindo do teclado!!

image

Aviso: Alerta máximo de fofurice!

image

Há um tempo atrás vi no blog da Diane Hidy esses bichinhos SUPER fofos, que na verdade são borrachinhas de apagar lápis Japonesas da marca Iwako (dica das amigas Nariá Assis e Viviane Gonzalez!). Além de serem uma gracinha,  cabem perfeitamente nas teclas do piano e podem ser usadas de diversas formas na aula! Na próxima quarta-feira, no dia das atividades e jogos, vou compartilhar algumas ideias!!

Nesse momento quase consigo imaginar você se perguntando: “Oh minha nossa, que coisa mais fofa, onde posso comprar isso?” Bem, eu comprei alguns no site Enjoei, de alguém que não queria mais (Dá pra acreditar? Foi um achado mesmo!) e os demais numa loja de produtos japoneses em SP chamada Kombini (só que no momento parece que estão em falta). Mas calma! Encontrei também no Mercado Livre!

Bem, a dica de hoje é essa, na quarta falaremos mais sobre como usar essas fofurices que os alunos AMAM!

Bom ensino de piano a todos e um ótimo sábado também!

Mirka

 

Piano Mundi !

 

image

Gente! Hoje gostaria de indicar o maravilhoso:

www.pianomundi.com

A autora? Izabela Pavan*

O surgimento? Janeiro de 2016

O Objetivo? Compartilhar  na web materiais que auxiliem no ensino e aprendizado do piano.

Izabela, assim como eu, acredita no imenso potencial da internet como ferramenta de compartilhamento de conhecimento e interação entre as pessoas. E sua meta principal com esse site é criar conteúdo que possa contribuir para uma renovação do ensino/aprendizagem do piano. Aleluia!! Precisamos de mais Izabelas por aqui na blogosfera!!

A autora percebe o quanto a internet mudou a maneira como as pessoas aprendem! Os alunos hoje em dia não são só ensinados através de partituras ou aulas presenciais, mas por vídeos e tutoriais que assistem no youtube, através da interação com outros colegas e grupos no facebook ou WhatsApp, por exemplo. Concordo muito com Izabela quando ela afirma que os professores hoje precisam estar atentos a todas essas novas formas de se obter conhecimento musical, principalmente de maneira a filtrar o que existe de qualidade para apresentar aos aluno, em meio a tantas possibilidades!

A partir desse pensamento nasceu o Piano Mundi, onde são disponibilizadas diversas ideias e materiais didáticos relacionados ao ensino do piano. O projeto mais importante até o momento é sem dúvida a série de 25 videoaulas sobre os “Palitos Chinos” da Violeta Gainza! (Palitos Chinos para la Iniciación Musical al Piano) Que preciosidade!!! Não posso descrever meu encantamento quando entrei em contato com esses vídeos super bem gravados, bem editados e tão explicativos! Sem falar que esse material da Violeta Gainza é maravilhoso para trabalhar música por imitação nas primeiras fases do piano e usando apenas os dois dedinhos indicadores (por isso o nome, pela semelhança dos dedos com palitos de comida chinesa)! Vale muito a pena ser compartilhado!

Para ler um artigo escrito pela autora sobre os Palitos Chinos, Clique AQUI

Ah, e Izabela está planejando novas ideias para o Piano Mundi! Ela tem em mente um projeto de compartilhar vídeos sobre Apps para tablets e celulares que possam ser usados nas aulas de piano! Vem coisa boa por aí, gente!!! Então não deixem de curtir e acompanhar o Piano Mundi no Facebook:

www.facebook.com/pianomundibrasil

Para inscrever-se no canal do Youtube clique aqui!

E visitem o site: www.pianomundi.com

Para terminar deixo vocês com um dos vídeos do projeto “Palitos Chinos”:

Bem, depois do Piano Mundi acho que posso desejar um EXCELENTE ensino de piano a todos!!

Mirka 🙂


Sobre *Izabela Pavan:

imageIzabela Pavan é Bacharel em Piano (2010) e Mestre em Performance Musical- Piano (2012) pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente é pianista do Coro Jovem do SESC – MG, instrutora de música (Piano, Teoria Musical e Canto Coral) no Ecos Centro Musical e integrante do Coro Madrigale. Foi Professora Substituta da Universidade Federal de Ouro Preto entre 2014 e 2015. Vencedora dos Prêmios: Jovem Solista da Orquestra da Escola de Música da UFMG (Belo Horizonte-MG), Concurso Jovens Cameristas do Festival Villa-Lobos (Rio de Janeiro-RJ), do Concurso de Música de Câmara Eduardo Tagliatti (Juiz de Fora- MG) e finalista do Concurso Pré-Estreia (TV Cultura -SP).

Quebra-cabeça dos compositores com palito de picolé! 😃

imageNo ” Faça você mesmo” de hoje gostaria de compartilhar uma ideia, que não é minha e nem é original, mas que eu achei super bacana para ajudar os alunos a conhecerem melhor os compositores que tocam! Então deixo aqui um quebra-cabeça com palitos de picolé. A primeira vez que vi isso foi há uns anos atrás no blog da maravilhosa Anne Crosby Gaudet.

 

image

É bem simples de fazer e leva poucos materiais! Esse recurso didático  eu fiz especialmente para o blog, então não vejo a hora de usar com os alunos! Minha ideia é fazê-los montar o quebra-cabeça antes que eles aprendam uma música de determinado compositor e aproveitar o momento para ouvirmos algumas gravações e falarmos um pouco sobe a vida e a obra do mesmo! Acho que será um forma divertida e lúdica deles entrarem em contato com os grandes nomes da música!

Outras ideias de aplicação que penso no momento:

  1. Cronometrar e ver o quão rápido o aluno consegue montar; ( nas aulas em grupo deve ser uma sensação!!)
  2. Depois que o aluno já tiver estudado sobre diversos compositores posso misturar vários quebra-cabeças para ver se consegue separar, montar e falar um pouquinho sobre cada um deles!

Abaixo segue o tutorial:

 

Bom ensino de música a todos!!

Mirka🎹🎼😄

 

 

Até Debaixo D’água!

image

Na semana passada eu compartilhei um material para ajudar a memorizar as notas nas linhas e espaços da CLAVE de SOL!! Hoje gostaria de fazer um post coordenado disponibilizando para vocês uma opção de atividade para a CLAVE de FÁ! Mas dessa vez não encontrei nenhuma frase “milagrosa”, então minha sugestão para ajudar no aprendizado é memorizar 4 notas de referência (notas de âncora), que os alunos devem saber até “debaixo d’água”. São elas: o dó central, o fá da clave (quarta linha), o dó do segundo espaço e o sol da linha 1. Usando essas notas como guia é possível identificar outras ao redor (nas linhas e espaços vizinhos). Segue o pdf do material e também a opção em figura para copiar e imprimir.

image

image

Notas de Âncora PDF

Bom ensino de música a todos!

Mirka.

Etiquetando os Livros📚

image

A ideia de organização de hoje é dedicada aos livros!

Desde que comecei a trabalhar como professora de piano sempre separo uma porcentagem da minha renda para a aquisição de livros! É um investimento absolutamente essencial!! Esses materiais compõem minha base de apoio para as aulas, trazem ideias e recursos novos, partituras, exercícios…Mas ao longo dos anos estou colecionando uma quantidade enorme e está ficando difícil organizar tudo de maneira eficiente. Então encontrei uma ideia simples na internet: separar por cores de acordo com o tema usando etiquetas circulares da Pimaco, aquelas que a gente usa para fechar envelopes de convite! O projeto ainda está em andamento. Abaixo coloquei algumas fotos e um vídeo explicativo!

(Observação importante: se você esta inscrito no blog e está recebendo esse post por e-mail, por favor, visite o site http://www.mirkapiano.com para poder assistir ao vídeo anexado a esse artigo. Infelizmente ele não vai funcionar via e-mail. Desculpem o transtorno.)

image

 

Boa organização a todos!!!

Mirka😀

Começando pelo “por que”

image

O post de hoje a princípio não tem nada a ver com música. É uma palestra da TED mais voltada para o mundo das vendas e as grandes empresas. Mas a mensagem de Simon Sinek do “por que” fazemos o que fazemos é poderosa. No meu caso, refletir sobre essa questão foi fundamental para definir minha opção de carreira, meu trabalho como professora de piano e minha maneira de interferir na vida das pessoas através do ensino da música. Compreender profundamente a razão da minha escolha por ensinar piano foi essencial. Dessa forma, se outros entenderem minha paixão e, se acreditarem no que eu acredito, na minha maneira de ensinar, poderão ter o desejo de trilhar esse caminho comigo sendo meus alunos! Vale a pena dar um crédito para a essência da mensagem de Simon e pensar nessas coisas aplicado à nossa realidade. Bom domingo a todos!

Mirka😃