Começando pelo “por que”

image

O post de hoje a princípio não tem nada a ver com música. É uma palestra da TED mais voltada para o mundo das vendas e as grandes empresas. Mas a mensagem de Simon Sinek do “por que” fazemos o que fazemos é poderosa. No meu caso, refletir sobre essa questão foi fundamental para definir minha opção de carreira, meu trabalho como professora de piano e minha maneira de interferir na vida das pessoas através do ensino da música. Compreender profundamente a razão da minha escolha por ensinar piano foi essencial. Dessa forma, se outros entenderem minha paixão e, se acreditarem no que eu acredito, na minha maneira de ensinar, poderão ter o desejo de trilhar esse caminho comigo sendo meus alunos! Vale a pena dar um crédito para a essência da mensagem de Simon e pensar nessas coisas aplicado à nossa realidade. Bom domingo a todos!

Mirka😃

As Pérolas Brasileiras

image

Hoje gostaria de recomendar o maravilhoso projeto:

image

A idealizadora é a super competente Carla Reis*, professora do Departamento de Música da Universidade de São João Del Rei, em Minas Gerais. O Objetivo é produzir material audiovisual com obras didáticas de nível elementar e intermediário para piano de compositores brasileiros. A missão do projeto, como descrito no próprio título, é “desvelar”, ou  nas palavras da própria autora, tornar esse repertório conhecido.  O projeto é realizado via Canal no Youtube, mas há também uma Página no Facebook. O público alvo são professores de música e alunos do Brasil e exterior. Carla conta com a ajuda do bolsista Ighor Anjos e de outros alunos, todos acadêmicos da UFSJ, bem como professores convidados. No ano de 2015, quando se deu o início das gravações dos vídeos, os compositores selecionados foram Lorenzo Fernandez, Ronaldo Miranda e Antonio Celso Ribeiro. Para 2016 são: Guerra-Peixe, Cláudio Santoro, Oiliam Lanna e Rogério Vasconcelos.

Vale a pena conferir o vídeo abaixo, que foi premiado no  primeiro Nas Nuvens – Congresso de Música Virtual  e que explica de forma detalhada como esse trabalho foi concebido:

 

Para o futuro os desdobramentos são:

  1. A realização de eventos como o “Piano Pérolas Convida”, tendo o seu debut em maio desse ano  com concerto e Masterclass da professora Miriam Grosman;
  2. A outra ideia é criar um site para hospedar as partituras que foram gravadas nos vídeos do Canal do Youtube ou disponibilizar links para compras.

Eu particularmente recebo esse projeto pioneiro com grande alegria,  uma vez que não havia de fato nenhuma fonte disponível na internet com obras desse tipo, com gravações de qualidade, devidamente catalogadas e disponibilizadas de forma acessível para consulta. Sendo assim, meu convite aqui hoje é para que vocês conheçam, curtam, ouçam e  assistam aos vídeos do Piano.Pérolas. Mais importante ainda, que vocês inscrevam-se no canal, prestigiem e façam uso dessa ferramenta que veio para preencher uma lacuna que há muito existia. Cabe a todos nós darmos a devida importância a esse repertório tão relevante dentro do ensino do piano no Brasil.

 Deixo vocês com essa pérola de  Lorenzo Fernandez, a maravilhosa Suíte das 5 Notas:

Bom ensino de música brasileira a todos!

Mirka.

————————————————————————–image

*Sobre Carla Reis:
Carla Reis formou-se em piano pela Escola de Música da UFMG e obteve o título de Mestre na UFRJ. Aperfeiçoou-se no Conservatório de Música de Moscou (Rússia) e na Hochschule für Musik Karlsruhe (Alemanha). Em 2006, passou a integrar o corpo docente do Departamento de Música da Universidade Federal de São João del Rei (Minas Gerais-Brasil). É Doutora em Educação pela UFMG.

 

 

 

Solfejo+Microfone=Diversão!!

 

image

Queridos Colegas!!

Sempre que vou iniciar o aprendizado de uma música com meus alunos planejo com muito cuidado diversas atividades de preparação, como por exemplo, leitura rítmica e melódica. A questão é que ultimamente andei observando que quando o momento de solfejar chegava eu imediatamente via os olhos dos alunos se revirarem, quase como se dissessem “Ah, não! Lá vem ela com esse negócio de solfejo outra vez!”

image

Esse é um sintoma que sempre procuro estar atenta! Sinal de que é preciso usar a criatividade para vencer a resistência e conseguir fazer com que o aluno não só realize uma atividade tão importante quanto o solfejo,  mas a faça alegremente!

image

Pois eu pensei, por que não tornar o solfejo um show a parte? Que recurso poderia usar que tornasse esse momento mais divertido e especial? Foi então que tive meu segundo de epifania e pensei: mas é claro, um microfone!!! 🎤🎤🎤Quer saber se funcionou? Dá uma olhadinha nas fotos que tirei com uma aluna outro dia desses e me digam se não foi divertido cantar as notas no microfone?! Ah, e detalhe, ele é de brinquedo, tá? Imaginem se funcionasse mesmo!

image

Tudo bem que às vezes eu acho que me divirto mais do que os alunos, mas é só às vezes mesmo.

Bem, vamos ao que interessa: como fazer! Segue o vídeo explicativo:

Ainda não estão convencidos? Bem, esse meu aluno fofo me ajudou a vender o peixe pra vocês de que realmente dá certo! Vejam o vídeo na prática! Vai o bônus aí do post! Esse é extra mesmo:

Então era isso aí! Boa cantoria para todos vocês!

Mirka.

 

 

Fá-Lá-Dó-Mi

image

É hoje, gente! O dia dos jogos e das atividades!!!

Quando eu tinha lá meus 8 anos e estava aprendendo a ler música, lembro que minha professora, a saudosa Dona Helena, pediu que eu decorasse as notas nas linhas e espaços da clave de sol. Eu não tinha uma leitura muito boa e naquela época (início dos anos 80…por favor, não façam as contas para saber minha idade!) essa era a maneira que se ensinavam as notas na pauta da clave de sol: decorando o mantra “fá-lá-dó-mi” e “mi-sol-si-ré-fá”. Lembro como se fosse hoje da minha mãe fazendo solfejo comigo em casa (sim, eu tive a dádiva de ter uma mãe que sabia música e podia estudar comigo!!!) e eu usava essa estratégia do “fá-lá-dó-mi” para me encontrar no meio daquele monte de notas que ainda eram estranhas pra mim.

É muito importante que os alunos tenham alguma estratégia de leitura, na verdade quanto mais estratégias tiverem, melhor.  De fato existem muitas maneiras de se ler partitura, por intervalos, pelo desenho ou direção das notas, por transposição, por proximidade ou através de notas de referência…mas confesso que essa “decorebinha” está gravada em meu coração como uma doce lembrança da minha iniciação musical no piano. Pode não ser a maneira ideal para muitos,  pode não ser a única, pode não ser a mais usada, mas para mim, naquela época,  foi um recurso valioso. Anos mais tarde, aprendi uma frase com a querida professora Silvia, da Unir em Porto Velho – RO (na época que trabalhei num projeto EaD da Ufrgs) que eu achei genial: “falas de mim e meu sol se refaz”. A frase pode não fazer muito sentindo, mas cada sílaba tem as iniciais das notas em ordem ascendente nos espaços e linhas da clave de sol, tornando a memorização mais fácil e divertida.

Então hoje o que eu gostaria de compartilhar com vocês é um material que criei para ilustrar esse recurso. Não é um jogo, mas serve como atividade. São dois arquivos pdf, um deles é colorido, com temática de futebol e que pode ser usado pelo professor para apresentar o conteúdo e ensinar a estratégia:

image

Fá-Lá-Dó-Mi Colorido PDF

O outro é o mesmo desenho, mas em preto e branco para colorir. Por favor, fique a vontade para imprimir e usar com seus alunos.

image

Fá-Lá-Dó-Mi Preto e Branco PDF

Segue também uma versão em figura para clicar e copiar (porque às vezes o pdf pode abrir com algum errinho de imagem):

image

Então era isso! Espero que façam bom uso do material!

Bom ensino de música/piano a todos!!

Mirka

Revelação Bombástica: Eu tenho 50 alunos!!

 

image

Revelação BOMBÁSTICA: Eu tenho 50 alunos!!

Bem, na verdade eu tenho 54, mas arredondei um pouquinho para ver se chocava menos! E agora que você já se levantou do chão depois que caiu da cadeira, sente-se com calma e tome um copinho d’água que eu vou explicar tudo.

Vamos fazer um esquema de “Perguntas Frequentes” desta vez, ok?

Como isso aconteceu? Bem, não foi de uma hora para a outra, isso posso garantir. Foram longos anos de trabalho desde que cheguei aqui no Rio de Janeiro, expandindo minha rede de contatos,  me esforçando para ser a melhor profissional que eu pudesse e usando algumas estratégias para incentivar a indicação de novos alunos. (segredinho da Mirka revelado no próximo parágrafo em 3,2,1…)

Que estratégia?  Uma das estratégias mais eficazes que usei no início do meu business foi dar descontos cumulativos de 10% durante 6 meses para cada aluno novo indicado por outro que já estivesse fazendo aula. Vou dar um exemplo de como isso aconteceu, uma mãe tinha três filhos estudando comigo, eu sabia que era pesado financeiramente, mas a educação musical e o aprendizado de um instrumento eram prioridade para aquela família, então ela realmente investia com gosto. Ainda assim o descontinho foi muito bem recebido e ela acabou indicando mais 7 alunos (verdade seja dita que ela dificilmente teria feito se não me considerasse uma boa professora). Bem, no final ela ficou feliz com o enorme desconto na mensalidade e eu mais feliz ainda com novos alunos! Se você pensa no “agora” vai dizer que seria uma insanidade dar 70% de desconto por 6 meses, mas alguns dos 7 alunos que ela me indicou estudam comigo até hoje e eles me indicaram mais outras dezenas de alunos, que me indicaram outras dezenas. Então se pensarmos a longo prazo, não valeu a pena?

E depois? Bem, depois chegou a hora em que não precisei mais dar o desconto porque já tinha uma agenda cheia. Na época eu confesso que fiquei insegura pensando que os pais não me indicariam mais, mas resolvi correr o risco mesmo assim. O que aconteceu foi que eles continuaram me recomendando com a mesma frequência e intensidade não mais pelo desconto, mas porque acreditavam no meu trabalho. E agora senhores e senhoras, essa reputação que você contrói, junto com o respeito e a confiança que as pessoas têm em você como profissional, talvez sejam os fatores mais importantes de se desenvolver numa carreira de professor de música autônomo. Aos que se interessarem pelo assunto, recomendo fortemente a leitura do livro “Personal Branding – Construindo sua marca pessoal” de Arthur Bender.

image

(O querido colega Eduardo Fontes compartilhou comigo a informação de que a própria Editora disponibiliza de forma gratuita as primeiras páginas do livro. Para dar uma olhadinha, clique aqui)

Mas afinal, por que?  Bem, eu optei por ter muitos alunos por diversas razões, mas vou citar as duas principais:

  1. Porque eu AMO ensinar  e gostaria de ter um negócio bem sucedido vivendo de música na iniciativa privada (com todo o respeito e admiração aos colegas que escolheram a carreira acadêmica, mas depois do meu mestrado eu vi que essa vida definitivamente não funcionaria para mim);
  2. Porque escolhi deliberadamente trabalhar como professora de piano em tempo integral. Não é bico, é minha profissão mesmo e encaro como tal, então meu foco está aí e essa é minha fonte primária de renda.

Quais são as vantagens de se ter tantos alunos? Na verdade são muitas. Vou citar algumas dadas pelo professor de piano Australiano Philip Johnston no seu livro “Promoting your teaching studio” e incluir outras da minha própria lista!

image

  1. Você obviamente tem uma renda maior porque tem mais alunos;
  2. Ganhando mais você pode usar uma porcentagem maior do seu rendimento para reinvestir no seu estúdio e em você mesmo com cursos e todo o tipo de aprimoramento profissional;
  3. Você pode selecionar melhor seus alunos através de uma entrevista ou aula teste, já que, como trabalha com sua capacidade total de horários preenchidos terá lista de espera para vagas;
  4. Pode cobrar um valor um pouco acima do mercado;
  5. Mesmo que aumente um pouco o valor da mensalidade anualmente, terá um ganho substancial no valor total pela quantidade de alunos pagantes;
  6. Seus alunos compreenderão bem a cláusula do seu regulamento onde diz que você NÃO REPÕE aulas, simplesmente porque você não tem horários disponíveis. Como consequência disso eles se esforçarão muito mais para não faltar;
  7. Seu estúdio poderá promover recitais épicos e eventos diversos com maior frequência de participantes e de público.

Mas deve ser muito cansativo, como você consegue? Bem, agendar uma média de 10 a 11 alunos por dia, 5 dias por semana (de segunda à sexta) pode parecer bonito no papel, mas a prática vai mostrar se você realmente quer isso mesmo e se tem gás para aguentar esse tranco! É preciso muita energia, motivação, foco, organização, logística e vocação. Para trabalhar intensamente dessa forma você realmente tem que gostar muito do que faz e eu gosto de verdade!! Então para mim deu certo!

Obs.: Nesse ponto é importante esclarecer que eu trabalho com três modalidades de tempo de aula de acordo com a faixa etária do aluno: 30 minutos, 45 minutos e 1 hora, então não são 10 ou 11 horas/relógio de aula por dia, mas umas 8h ou 9h. O que pesa contra (no meu caso) é que eu trabalho indo até a casa do aluno, então tenho o tempo de deslocamento para incluir nessa equação. Bem, mas outras dicas de como organizar as aulas eu conto amanhã, ok? Até porque hoje foram muitas informações e você vai precisar de tempo para ler e absorver tudo! (eu acho)

Obrigada por sua visita e sua leitura! Fico feliz que o que tenho para compartilhar pode também ser útil a outros colegas! Por favor, sinta-se a vontade para deixar comentários e perguntas (ou para se mostrar indignado mesmo) abaixo do post!

Até amanhã e bom ensino de piano/música a todos!

Mirka 🎹😃

 

Maratona de Posts

,

Pois então…

…estava fazendo as contas outro dia desses e descobri que desde o início do Blog (em novembro de 2014) eu já fiz 26 postagens. Parece bem razoável (especialmente pra quem é blogueira e sabe o trabalho que é escrever cada artigo), mas na realidade essa quantidade dá uma média de 1 post por mês! Espere aí, mas que miséria! Tisc, tisc, tisc, que vergonha hein dona Mirka😳?!

Vamos lá! Reage, menina!!!

Então o negócio é o seguinte: vou fazer uma MARATONA  de posts,  1 por dia durante 1 mês! A intenção é dobrar a quantidade que já tenho até agora.

                 Vou começar dia 23 de maio e vou até dia 23 de junho.

Já estou com tudo planejado. Cada dia da semana vou dedicar a um tópico específico :

Segundas: O Dia a Dia das Aulas

Nesse dia vou escrever sobre a “aula nossa de cada dia”, um apanhado de temas relacionados a questões do quotidiano como a quantidade de alunos, escolha de repertório, motivação e estudo.

image

Terças: Organizando as Aulas

Nas terças vou me dedicar a postar materiais e ideias que possam ajudar na organização das aulas tanto na hora da preparação e dos materiais quanto na parte administrativa.

image

Quartas: Jogos e Atividades

Nesse dia vou compartilhar atividades para ajudar a fixar conceitos de teoria musical e ideias simples de jogos para aplicar nas aulas. Vale a pena conferir, pois muitos dos materiais serão disponibilizados para você imprimir em casa e usar com seus alunos!😃

image

Quintas: Faça Você Mesmo

As quintas vão ser dedicadas a compartilhar tutoriais de recursos didáticos que você mesmo pode fazer em casa para usar nas aulas! Tudo com fotos ou vídeos para explicar o passo a passo. Não se preocupe, não é nada complicado. Se eu consegui, você também consegue!👍

image

Sextas: Eu Indico

A sexta será o dia especial para indicar algo que eu encontrei na web e que vale a pena ser compartilhado, um site, um vídeo, um canal do youtube, um livro, qualquer coisa que acrescente qualidade nas aulas de piano/música!

image

Sábados: Boa Ideia

O sábado será dedicado a compartilhar pequenas ideias, materiais e achados que eu considere uma boa dica para usar nas aulas.💡

image

Domingos: Momento Inspiração

Bem, no domingo a postagem será diferente, com uma citação de algum educador ou um vídeo que seja realmente inspirador, algo que nos ajude a fazer uma pequena pausa para refletir sobre nossa prática e que também nos revigore para a semana que se iniciará!

image

Então é dia 23 de Maio! Data início da Maratona! Você não vai querer perder!

Dica: Para  receber todos os posts na sua caixa de e-mails inscreva-se no blog! Assim você vai ficar sempre por dentro de todas as novidades!

Não se esqueça: 23 de Maio!

Marque já no seu calendário!

Bom ensino de piano a todos!

Mirka 🙂

Boas Novas: CONVEP

image

Olá!!

No ano passado participei da última edição do Encontros de Pedagogia do Piano e sempre lembro com alegria da maravilhosa experiência! E agora, outro dia desses recebi um convite dos amigos Nariá Assis e Edilson Schultz para outro evento relacionado ao ensino de Piano, dessa vez em plataforma digital, o CONVEP!!

Bem, fiquei muito animada com a ideia e entrei em contato com a idealizadora,  a super proativa Naira Poloni. Ela foi bem generosa enviando informações detalhadas sobre o curso, que já está acontecendo (começou  24/8 e vai até 30/8). Então, corre que ainda dá tempo de participar!!

Abaixo segue um resumo do que Naira explicou sobre o evento:

O que é o CONVEP?

O CONVEP é o primeiro Congresso Nacional Virtual de Estudo de Piano totalmente online e gratuito. Duas palestras serão ao vivo e as demais pré-gravadas e apresentadas em horários e datas específicas de acordo com o cronograma. Além das palestras há também uma programação de concertos.

Como surgiu a ideia?

O CONVEP surgiu da possibilidade de se fazer uma Conferência de Ensino de Piano em formato online, onde é possível atingir um maior número de pessoas justamente pela facilidade que a plataforma virtual oferece, de que os participantes assistam às palestras onde estiverem, através da internet. O background da idealizadora, Naira Poloni, contribui muito para a concretização desse recente projeto. Ela tem formação em Piano pela Unesp, Mestrado em Educação Musical pela UFBA, fez uma especialização em Gestão de Projetos Culturais e Elaboração de Eventos pela USP e atualmente trabalha como tutora nos cursos EAD da UFSCAR. Naira conta que já havia participado de outros congressos virtuais antes e sempre teve a vontade de fazer algo semelhante, foi então que surgiu o CONVEP.

Quem Pode Participar?

Naira diz que o propósito é atingir professores de piano, alunos, concertistas, interessados e mesmo simpatizantes e curiosos. Além de palestras com temas sobre ensino e performance, há também outras com conteúdo mais geral como pensamento quântico, por exemplo.

Como Participar?

Os interessados devem inscrever-se pelo site www.convep.com.br , cadastrando seu email e logo após confirmando a inscrição. Naira salienta que essa etapa é importante e caso a pessoa não receba o e-mail de confirmação é necessário procurar na pasta “lixeira” ou “spam” de seu e-mail. Os inscritos recebem e-mails com informações durante o congresso todas as manhãs com os links de acesso. Depois é só clicar no horário marcado e desfrutar da palestra.

É possível assistir às palestras fora do horário marcado?

Infelizmente não. Naira relata que muitas pessoas têm perguntado sobre a possibilidade de assistir as palestras após o evento, e ela diz que já há um trabalho sendo feito nesse sentido de disponibilizar o conteúdo permanentemente, mas isso será futuramente.

O time de palestrantes e concertistas é sem dúvida de primeira linha. Confira a programação no site www.convep.com.br e inscreva-se!! Curta também a página no facebook!

Obrigada, Naira pela fantástica iniciativa de promover um evento que ofereça mais conteúdo a nossa comunidade de professores e pianistas!

E essas são as boas novas. Aproveitem!!!

Mirka.

Ah, A Alegria em Compartilhar!

Olá!!!

Ainda no mês de maio tive a felicidade de realizar uma palestra e um workshop na UDESC em Florianópolis – SC, a convite do Professor Luís Cláudio Barros. E no ano passado já havia tido o privilégio de participar do Encontro de Pedagogia do Piano na UFSM com minha querida professora Cláudia Deltrégia, junto com um time de primeira linha entre professores e alunos participantes. Essas oportunidades significam não só uma forma de encontrar meus pares, de aprender, de conhecer pessoas maravilhosas, de ter novas ideias, de ver novas maneiras de melhorar meu ensino, mas também de fazer algo que me traz uma enorme satisfação: COMPARTILHAR! É realmente uma alegria poder dividir com outros colegas professores algumas coisas que considero importantes no nosso ofício! É algo que me renova, me alegra e me ajuda a manter o foco. Obrigada Cláudia e Luíz Cláudio e também a todos os maravilhosos professores e alunos que estiveram presente nessas duas ocasiões.

Para guardar na memória e no coração, algumas fotos…

ENCONTROS DE PEDAGOGIA DO PIANO 2014 e PALESTRA E WORKSHOP NA UDESC em 2015

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

.